4 razões para solicitar ECG no pré-cirúrgico

4 razões para solicitar ECG no pré-cirúrgico
27 junho 2017

4 razões para solicitar ECG no pré-cirúrgico

O exame de eletrocardiograma – ECG – tem como principal objetivo avaliar a frequência e o ritmo cardíaco dos animais. Bastante semelhante ao exame feito em seres humanos, este é um procedimento simples, rápido e indolor. Ele pode ser feito tanto em animais pequenos, como gatos e cachorros, quanto nos de grande porte, como cavalos.

O ECG é essencial no preparo pré-operatório, porque oferece mais segurança à saúde do animal – afinal, esse é um exame que oferece informações importantes acerca do coração do paciente. Ele ajuda o médico a identificar quais são os riscos da cirurgia, da anestesia e quais os remédios mais indicados para o animal.

Se a sua clínica ainda não oferece este serviço, acompanhe a leitura para conhecer quatro excelentes motivos para começar a solicitar o ECG no pré-cirúrgico:

1. Evita o risco de processos

As informações fornecidas pelo exame ECG ajudam a aumentar a segurança da cirurgia e a diminuir as chances de imprevistos que podem até ocasionar a morte do animal. Com ele, o veterinário pode avaliar se há algo fora do normal com o coração do paciente e comunicar aos donos do animal quais são os riscos da cirurgia. O profissional também pode fazer uma melhor seleção dos remédios que serão receitados para o paciente, evitando aqueles que causam alteração no ritmo cardíaco no caso de animais com problemas no coração.

Todos estes cuidados diminuem as chances de problemas durante e depois da cirurgia e, por isso, ajudam a afastar o risco de que algum erro possa resultar em processos judiciais para a clínica.

2. Aumenta a segurança do anestesista

O ECG também é importante para que o anestesista se sinta mais seguro ao definir o protocolo anestésico. Pacientes, tanto seres humanos quanto animais, com problema no coração podem tomar anestesia, mas precisam ser preparados para isso. Uma vez que o veterinário tem ciência sobre a situação do animal, ele pode iniciar este preparo, que irá garantir o bem-estar do animal e oferecer mais segurança ao trabalho do anestesista.

3. Mais confiança para os responsáveis pelo paciente

Toda cirurgia oferece riscos, fato que pode fazer com que muitos donos de animais se sintam inseguros com o procedimento. Solicitar o ECG também é uma forma de mostrar que a clínica tem preparo para oferecer o melhor atendimento com foco no bem estar do animal. Por isso, este exame é um serviço indispensável para que os responsáveis pelo paciente se sintam mais seguros em deixar os seus animais aos cuidados do veterinário – tanto para a cirurgia quanto para consultas posteriores.

4. Mais consultas agendadas, de acordo com o resultado do ECG

Além de garantir mais segurança ao bem-estar do animal, o ECG também traz um bom retorno financeiro à clínica. Se houverem anormalidades identificadas no exame, será necessário agendar mais consultas para preparar o animal para a cirurgia. Outros exames, como o ECO e o Raio X, também podem ser solicitados para que o veterinário investigue mais a fundo a saúde do paciente.

Além disso, o ECG pode ser utilizado para que seja feito um monitoramento cardíaco depois da cirurgia.

ECG já é um exame solicitado na sua clínica? Qual a sua opinião sobre este exame? Deixe uma resposta nos comentários!

Leave a Reply