Abrir uma clinica ou um consultório veterinário?

10 novembro 2014

Abrir uma clinica ou um consultório veterinário?

Os brasileiros amam animais e isso já foi comprovado: de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), os brasileiros são o segundo povo que mais gasta com animais de estimação em todo o mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. As estimativas da Abinpet indicam mais de 60 milhões de pets vivendo nos lares brasileiros. Segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), os gastos com animais de estimação movimentaram cerca de R$6 bilhões no país, somente no último ano.

Então, diante desses dados expressivos, cuidar dos bichos é mais do que uma paixão, é também um bom investimento. No entanto, na hora de montar um negócio próprio, muitos veterinários se perguntam: “devo abrir uma clínica ou um consultório veterinário?”. Pensando nisso, reunimos informações que mostram as principais diferenças e exigências necessárias a cada um segundo determinações do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Clínica veterinária

O que é: De acordo com a Resolução nº 1015/2012 do CFMV, as clínicas veterinárias são estabelecimentos destinados ao atendimento de animais tanto para consultas quanto para tratamentos clínicos-cirúrgicos, podendo ou não ter internamentos, e que funcionam sob a responsabilidade técnica e a presença de um médico veterinário. O horário de funcionamento é opcional desde que não haja internações. Se houver, é necessário manter um auxiliar e um médico veterinário à disposição 24 horas por dia.

Estrutura: O CFMV determina as seguintes obrigatoriedades à estrutura das clínicas veterinárias, de acordo com a Resolução nº 1015 de 2012:

“I – setor de atendimento:
a) sala de recepção;
b) consultório;
c) sala de ambulatório;
d) arquivo médico.
II – setor cirúrgico:
a) sala para preparo de pacientes;
b) sala de anti-sepsia com pias de higienização;
c) sala de lavagem e esterilização de materiais;
d) unidade de recuperação anestésica
1. sistemas de aquecimento e monitorização do paciente;
2. sistemas de provisão de oxigênio e ventilação mecânica.
3. armário para guarda de medicamentos e descartáveis necessários 
a seu funcionamento.
4. no caso dos medicamentos sujeitos a controle, será obrigatória a 
sua escrituração em livro apropriado, de guarda do Médico Veterinário responsável 
técnico e devidamente registrado na vigilância sanitária.
e) sala cirúrgica:
1. mesa cirúrgica impermeável, com bordas e dispositivo de 
drenagem e de fácil higienização;
2. equipamentos para anestesia inalatória, com ventiladores 
mecânicos;
3. equipamentos para monitorização anestésica;
4. sistema de iluminação emergencial própria;
5. desfibrilador;
6. foco cirúrgico;
7. instrumental para cirurgia em qualidade e quantidade adequadas à rotina;
8. bombas de infusão;
9. aspirador cirúrgico;
10. mesas auxiliares.

III – setor de internamento (opcional), deve dispor de:
a) mesa e pia de higienização;
b) baias, boxes ou outras acomodações individuais e de isolamento, com 
ralos individuais para as espécies destinadas e de fácil higienização, e com coleta 
diferenciada de lixo, obedecidas as normas sanitárias municipais e/ou estaduais;
c) local de isolamento para doenças infecto-contagiosas; 
d) armário para guarda de medicamentos e descartáveis necessários a seu 
funcionamento.
e) no caso dos medicamentos sujeitos a controle, será obrigatória a sua 
escrituração em livro apropriado, de guarda do Médico Veterinário responsável 
técnico e devidamente registrado na vigilância sanitária.

IV – setor de sustentação:
a) lavanderia;
b) local para preparo de alimentos;
c) depósito/almoxarifado;
d) instalações para repouso de plantonistas e funcionários;
e) sanitários/vestiários compatíveis com o nº de funcionários;
f) setor de estocagem de medicamentos e drogas (fármacos);
g) geladeira, com termômetro de máxima e mínima para manutenção 
exclusiva de vacinas, antígenos e outros produtos biológicos;
h) conservação de animais mortos e/ou restos de tecidos”.

Consultório veterinário

O que é: Segundo o CFMV, o consultório médico veterinário é um estabelecimento de propriedade de médico veterinário, destinado ao ato básico de consulta clínica, curativos e vacinações de animais, sendo vedada a internação e realização de cirurgia, podendo funcionar em qualquer horário.

Estrutura: A Resolução nº 1015 de 2012 determina que os consultórios médicos veterinários devem ter:

“São condições de funcionamento dos consultórios dos médicos 
veterinários:
I – setor de atendimento:
a) sala de recepção;
b) mesa impermeável com bordas e dispositivo de drenagem e de fácil 
higienização;
c) sala de atendimento;
d) pias de higienização;
e) arquivo médico;
f) armários próprios para equipamentos e medicamentos. 
II – equipamentos necessários:
a) geladeira, com termômetro de máxima e mínima para manutenção 
exclusiva de vacinas, antígenos e outros produtos biológicos”.

Apesar das diferenças, tanto para abrir uma clínica quanto um consultório veterinário, o empreendedor pode contar com o auxílio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae). Ao procurar a entidade, o futuro proprietário de um estabelecimento pet vai receber ajuda para elaborar um plano de negócios, documento essencial não só para garantir que o negócio siga um caminho lucrativo e duradouro, mas também obrigatório para conseguir qualquer modalidade de empréstimo junto a instituições financeiras.

Além disso, os novos proprietários dos estabelecimentos veterinários podem, com auxílio do Sebrae, aderir ao regime tributário diferenciado às micro e pequenas empresas, o Simples Nacional, otimizando os gastos com impostos.

Para ter o amparo do Sebrae, basta entrar em contato pelo telefone 0800 570 0800. O órgão possui também um guia que pode ser bastante útil: o Comece Certo – Clínica Veterinária, nele há instruções para iniciar o negócio da forma correta. Acesse clicando aqui.

O que você escolheu? Clínica ou consultório?

Deixe um comentário compartilhando sua experiência!

Você já conhece o InCardio?

Solicite o catálogo online!

Conhecer

Leave a Reply