Avanços tecnológicos na medicina veterinária

Avanços tecnológicos na medicina veterinária
17 julho 2014

Avanços tecnológicos na medicina veterinária

A medicina de ponta já chegou a todos os ramos da veterinária e hoje donos e tutores de animais de estimação já podem contar com o que há de melhor em tecnologia para prevenir doenças e interromper processos que podem levar ao óbito do animal. As doenças do coração, por exemplo, que acometem principalmente animais idosos, contam com sofisticados sistemas capazes de detectar e diagnosticar anomalias em curto espaço de tempo, como os eletrocardiogramas desenvolvidos especialmente para a veterinária. São tantos os recursos disponíveis que a clínica que não os oferece tende a desaparecer do mercado.

A maioria dos equipamentos é a mesma oferecida pela medicina humana, mas a calibragem e a configuração são adaptadas através de softwares feitos especialmente para os animais, tanto os de grande porte quanto os domésticos. É o caso, por exemplo, do ECG, que através da análise dos componentes de onda detectam possíveis anomalias cardíacas e, com apenas um toque, o exame é enviado pela internet a uma equipe especializada em diagnóstico, que em pouco tempo oferece um resultado seguro.

Os aparelhos podem ser tão pequenos que cabem na palma da mão. Apesar de sofisticado, o ECG é fácil de usar, conta com suporte especializado e os laudos ainda podem ser entregues online ou em papel timbrado com a logo da clínica, reforçando a imagem e consolidando a marca do veterinário. O avanço tecnológico na veterinária é tão grande que surpreende a quantidade de aparatos disponíveis. Desenvolvido especialmente para os animais, o aparelho de ressonância magnética brasileiro é o primeiro em uso na América Latina capaz de atender tanto animais de pequeno porte quanto de grande porte.

Já o ultrassom de abdome conta com programa que oferece opção para cães, equinos e felinos, com medidas específicas para serem utilizadas em cada caso. Portátil, ele pode ser levado diretamente para a casa ou haras para a análise na proximidade do parto, por exemplo, indicando a quantidade de filhotes e a existência de possíveis anomalias. Através de conexão wi-fi ou bluetooth, as imagens são transferidas diretamente para o prontuário eletrônico do animal, outra novidade que já existe nas melhores clínicas veterinárias.

Aparelhos de raio-x analógico – que já foram tecnologia de ponta em clínicas especializadas no passado – hoje estão sendo aposentados. Ao eliminar o processo químico da revelação da imagem e as mesas de luz, o raios-x digital garante diagnósticos mais precisos e seguros através de imagens de altíssima definição, beneficiando principalmente alguns tipos de patologia que se tornam mais visíveis através de isolamentos de imagens, filtros e efeitos que realçam determinados aspectos, permitindo uma análise mais aprofundada.

O termovisor, por outro lado, já foi incorporado à medicina veterinária como um instrumento de ampla aplicabilidade, praticidade e mobilidade. Criado na Segunda Guerra Mundial como forma de detectar tropas inimigas, começou a ser utilizado na medicina tradicional na década de 70, principalmente na detecção do câncer de mama, mas ainda tinha a operacionalidade complicada e baixa resolução de imagens. Hoje, as imagens de alta resolução, aliadas à metodologia padronizada e a aparelhos leves, tornam a termografia uma ferramenta poderosa na detecção de osteoartrites e lesões musculoesqueléticas em geral até uma semana antes de o animal apresentar algum sintoma, como sinais de dor ou claudicação.

O próprio prontuário eletrônico, a exemplo do que existe em hospitais, já é parte do cotidiano de várias clínicas veterinárias. Com ele, os exames de ECG, por exemplo, podem ser cadastrados de forma a serem automaticamente incluídos no prontuário através de wireless ou Bluetooth depois de concluído o diagnóstico remoto. O sistema alinha as informações e prepara a entrega digital do laudo, que pode ser feito através de e-mail ou retirado diretamente na página da clínica, conforme a preferência do cliente. Assim, tanto o cadastro quanto os exames ficam disponíveis online, podendo ser acessados a qualquer momento pelos profissionais para consulta, facilitando e agilizando procedimentos.

Com tantas inovações e possibilidades de diagnóstico, tratamento e cura, as clínicas que não se modernizam tendem a desaparecer do mercado. Afinal, não há dono ou tutor que não queira contar com a facilidade e eficiência de um ECG, por exemplo, que pode evitar sofrimento e até salvar a vida do seu melhor amigo.

Você já usa alguma dessas tecnologias?

Compartilhe sua experiência com a gente deixando um comentário!

Você já conhece o InCardio?

Solicite o catálogo online!

Conhecer

Leave a Reply