Como deve ser a alimentação de gatos castrados?

Como deve ser a alimentação de gatos castrados?
27 julho 2015

Como deve ser a alimentação de gatos castrados?

Todo veterinário reconhece como é importante a castração do animal de estimação e por isso faz a recomendação aos seus clientes que não pretendem tirar crias de seus gatinhos. No entanto, é importantíssimo lembrarmos também de explicar sobre novos cuidados em se ter um gato castrado, principalmente alertando sobre o risco da obesidade. O gato depois de castrado precisa de uma alimentação especial, como veremos a seguir.

Gatos sempre correm o risco de ficarem obesos

Por causa do estilo de vida, os felinos são muito propensos a engordar, muito mais do que os cães. Gatos foram feitos pela natureza para acumularem energia e estarem sempre prontos para uma “explosão” quando precisarem caçar ou fugir. É por isso que eles dormem tanto. Quando eles têm um dono e vivem num ambiente seguro, eles não conseguem gastar essa energia extra, o que se converte num acúmulo de gordura.

O problema é ainda maior no gato castrado, já que o procedimento pode reduzir em até 30% o metabolismo do animal (dados do Petshop Portal). Essa redução o faz gastar ainda menos energia e, como se isso não bastasse, ele fica mais guloso.

Para gastar essa energia extra, principalmente para os gatos que não saem de casa, é importante que o dono reserve alguns minutos de seu dia para brincar com o animal e lhe oferecer algum tipo de exercício. Cordinhas, bolinhas, qualquer coisa que estimule o felino a correr e não apenas dormir o dia todo já ajuda. Mas, quando estamos falando de um bichinho que dorme quase 16 horas por dia, brincar apenas não basta. É necessário uma alimentação apropriada que se ajuste às mudanças do seu metabolismo depois de castrado.

A importância da ração certa na hora extra

O medo de ter um animal acima do peso pode fazer com que o dono do gato não fique muito favorável a castrá-lo. Por isso, é importante não só reforçar os benefícios do procedimento, mas também explicar que uma alimentação saudável e apropriada pode prevenir a obesidade felina.

Assim como existe ração especialmente feita para filhotes e adultos, existem também as rações que são voltadas para animais castrados. As melhores marcas se preocupam em fabricar alimentos com um teor de gordura reduzido e nutrientes balanceados para o metabolismo alterado do animalzinho castrado.

São muitas as opções de ração e é sempre a recomendação do veterinário que vai ajudar o cliente a escolher qual a ideal para seu bichano recém-castrado. Dessa maneira, ele não correrá o risco de enfrentar os problemas de saúde causados pela obesidade.

Gostou das dicas?

Confira mais informações nas sugestões do nosso blog!

Você já conhece o InCardio?

Solicite o catálogo online!

Conhecer

Leave a Reply