Medicina Veterinária X Zootecnia

08 setembro 2014

Medicina Veterinária X Zootecnia

 

Medicina Veterinária e Zootecnia são duas áreas acadêmicas, científicas e profissionais que trabalham com animais. As duas carreiras, porém, têm objetivos de estudo e atuação diferentes.

Apesar disso, devido às semelhanças que também existem entre as duas profissões, quem não atua ou não tem contato próximo com estas duas ciências pode confundir quais são as atribuições e limites de atuação de cada área e profissional. Saiba mais sobre cada uma delas.

Medicina Veterinária

A medicina veterinária é uma profissão regulamentada no Brasil desde 1968. O exercício profissional da veterinária exige formação acadêmica de nível superior de graduação e registro em um dos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária, CRMV.

O médico veterinário tem como objetivos principais os cuidados da saúde de animais de grande, médio e pequeno porte (incluindo as espécies silvestres). O profissional da área tem habilitação para atuar desde a prevenção de doenças e promoção da saúde animal até realizar diagnósticos, indicar e acompanhar tratamentos (incluindo medicamentoso), procedimentos cirúrgicos e invasivos até a eutanásia, em casos específicos e irreversíveis.

As áreas de atuação do médico veterinário são bastante amplas. O profissional pode atuar em clínica e consultórios, hospitais veterinários, criadouros de animais, órgãos públicos, empresas que atuam com prestação de serviços ou comercialização de produtos de origem animal (auditoria e fiscalização), centros de pesquisa, laboratórios veterinários, controle de doenças causadas por animais, entre outros estabelecimentos.

É altamente recomendado que os médicos veterinários se especializem em determinadas áreas para prestar melhor atendimento e assistência animal – embora não seja exigida formação acadêmica específica para os diferentes segmentos de atuação da profissão.

Zootecnia

A Zootecnia tem como objetos de estudo e trabalho a área de nutrição, alimentação, melhoramento genético e administração de criações animais destinadas ao consumo, como: gados, galináceos, peixes, etc. Buscar maior produtividade, qualidade e rentabilidade na criação de animais são algumas das atribuições do zootecnista ou zootécnico.

A profissão, assim como a Medicina Veterinária, foi regulamentada no país em 1968. As atividades do zootecnista, antes do reconhecimento da profissão eram realizadas por biólogos, agrônomos, médicos veterinários e até mesmo engenheiros.

Atualmente, para o exercício profissional da Zootecnica é preciso graduação completa em curso superior e, preferencialmente, registro do Conselho Regional de Zootecnia.

O zootecnista também tem papel importante no desenvolvimento e na aplicação de novas tecnologias empregadas na industrialização de produtos de origem animal. O desenvolvimento econômico de regiões também é beneficiado pelo trabalho deste profissional.

Trabalho em conjunto

Apesar de ser mais comum a presença de médicos veterinários na área da saúde animal, muitos profissionais atuam em atividades que são desenvolvidas em parcerias com zootecnistas. Ou seja, embora a natureza das duas profissões tenham divergências, elas podem ser perfeitamente complementares.

Algumas áreas do conhecimento comuns às duas profissões são: Biologia, Genética, Zoologia, Nutrição Animal, Parasitologia, Bioestatística e Vigilância Sanitária.

Já na Medicina Veterinária são estudadas disciplinas especificas como: Clínica de Pequenos Animais, Procedimentos Cirúrgicos, Fisioterapia Animal, Ortopedia Animal, Cardiologia Animal, Aves, Cuidado com Animais Silvestres, entre outras.

No curso de Zootecnica, algumas das disciplinas específicas são: Biologia Molecular, Sistemas de Industrialização e de Produção, Agropecuária, Genética Avançada, Economia, Genealogia, etc.

Quer saber mais sobre práticas da clínica veterinária?

Acesse nosso site e mantenha-se informado!

Você já conhece o InCardio?

Solicite o catálogo online!

Conhecer

Leave a Reply