O que é necessário para se trabalhar como médico veterinário nos EUA e na Europa?

O que é necessário para se trabalhar como médico veterinário nos EUA e na Europa?
08 agosto 2017

O que é necessário para se trabalhar como médico veterinário nos EUA e na Europa?

Trabalhar no exterior pode ser uma decisão determinante para sua carreira de veterinário, mas é preciso se informar bastante das questões burocráticas que envolvem este processo. É necessário, por exemplo, atentar para a equivalência da formação, pois um médico veterinário recebe diferentes tipos de graus, dependendo do país onde se forma.

Nos Estados Unidos, as escolas concedem o título de Doutor em Medicina Veterinária (Doctor of Veterinary Medicine – DVM). Este grau também é concedido no Canadá, Hungria, Coreia do Sul e na Tailândia. No Reino Unido o diploma de bacharel é equivalente a um DVM. Na Irlanda, o Programa de Medicina Veterinária da University College Dublin concede o título de Bacharel em Medicina Veterinária. Além disso, há exigências específicas que variam de país para país. Se você quer trabalhar como médico veterinário nos EUA precisa cumprir certos requisitos que talvez sejam diferentes daqueles exigidos para trabalhar como veterinário na Europa.

Continue a leitura para saber mais em detalhes.

Como trabalhar como médico veterinário nos EUA?

Para trabalhar como médico veterinário nos EUA é necessário que o profissional consiga um visto de trabalho. O Departamento de Estado dos EUA fornece informações sobre vistos e autorizações de trabalho. Um visto de trabalho, por si só, não qualifica um profissional para trabalhar como veterinário nos Estados Unidos.

Para isso, é preciso ser graduado por uma escola acadêmica do AVMA Council on Education (COE) (consulte a lista de faculdades veterinárias credenciadas) ou concluir com sucesso um programa de certificação de equivalência educacional, tal como o administrado pela Comissão Educacional da AVMA para Veterinários Estrangeiros (Educational Commission for Foreign Veterinary Graduates – ECFVG).

O ECFVG é aceito por todo o país como licenciamento veterinário pleno. Se você tiver dúvidas sobre certificação de equivalência educacional, entre em contato com o ECFVG.

Exame de licenciamento veterinário

Depois de obter o diploma de uma escola veterinária credenciada pelo COE, ou obter o certificado ECFVG, o profissional também precisará completar todos os requisitos de licenciamento estaduais. Isso inclui a aprovação do exame de licenciamento nacional administrado através do Conselho Nacional de Veterinários Médicos Examinadores (National Board of Veterinary Medical Examiners), bem como quaisquer exames específicos do estado onde você deseja trabalhar.

Cada estado possui regras e pré-requisitos diferentes para o licenciamento. Para obter informações sobre os licenciamentosestaduais, consulte os dados sobre licenciamentos estaduais disponíveis no site da AVMA ou no site da American Association of Veterinary State Board.

O site Veterinary Medicine in Today’s Global Community fornece informações sobre oportunidades de estudo e de trabalho paraestrangeiros, além de possuir uma lista de ONGs que ajudam a financiar programas veterinários importantes em todo o mundo.

Encontrando um estágio ou uma pós-graduação

Os veterinários estrangeiros também podem se candidatar a um programa de estágio ou a um programa de residência através do site Veterinary Internship & Residency Matching Program. Cabe ao candidato entrar em contato com a escola veterinária do seu interesse e verificar os requisitos do exame de licenciamento para o estágio ou programa de residência.

O que é necessário para trabalhar como veterinário na Europa?

Reino Unido

Os candidatos estrangeiros que desejam trabalhar no Reino Unido devem se registrar como membros do Royal College of Veterinary Surgeons. A lei prevê que apenas aqueles com registro no RCVS podem praticar cirurgia veterinária no Reino Unido. Além disso, todos os candidatos precisam fazer uma prova prática que ateste o seu conhecimento e suas habilidades. A prova prática atende os requisitos mínimos de treinamento exigidos pela União Europeia.

Em circunstâncias excepcionais, os veterinários que não puderem se registrar no Reino Unido podem receber um registo temporário (consulte o site da RCVS), a fim de que possam realizar algumas atividades específicas relacionadas ao exercício da medicina veterinária.

Alemanha

Se você pretende trabalhar como veterinário na Alemanha, precisa obter uma licença profissional de acordo com a versão mais recente do Regulamento Federal Alemão para Veterinários (Bundestierärzteordnung, BTÄO). Para viver permanentemente na Alemanha trabalhando como veterinário é preciso obter uma licença oficial para praticar medicina veterinária, a chamada “approbation”.

É possível se inscrever para obtenção dessa licença independentemente do país no qual você se formou. No processo de licenciamento, a autoridade competente verificará a equivalência do diploma de origem com o diploma do curso alemão. O pedido de licenciamento pode ser conseguido independentemente da sua cidadania, da origem do diploma e do pedido de residência. Em alguns casos, é necessário provar a equivalência do seu diploma de graduação através de testes em uma escola de veterinária na Alemanha (Giessen, Berlim, Hanover, Leipzig ou Munique).

Para obter mais informações sobre os requisitos para obter o reconhecimento de sua licença para praticar medicina veterinária e para solicitar uma permissão temporária de trabalho, entre em contato com a autoridade responsável (geralmente o Ministério da Defesa do Consumidor – Ministry for Consumer Protection) no estado federal alemão de sua escolha.

Portugal

Ordem dos Médicos Veterinários é responsável pelo reconhecimento do curso de veterinária em Portugal. Um conselho científico de qualquer universidade de medicina deve avaliar a grade curricular da instituição estrangeira onde você se formou e verificar seu grau de equivalência com o diploma português. Após a aprovação, o interessado deve solicitar o registro para a OMP (Ordem dos médicos de Portugal).

E você? Deseja trabalhar como médico veterinário fora do país? Comente com a gente!

Leave a Reply